quinta-feira, 4 de novembro de 2010

sweet time on the road to Heaven...

O título , tirado de um belíssimo comentário no YouTube.

A suavidade e ternura de uma força interna que só o habitado pelo divino pode transmitir.
A ideia a partir de um belíssimo poema do Régio no site da IC sobre tempos de desesperança, de vilania, de arreigados indigentes mentais e espirituais.

E a pensar na Isabel, no seu simplesfransciscano blogue que tanto tem dado a fractais dos meus dias, lembrei-me desta maravilha. É isto possível? Que grau incrível de AMORdecimento é preciso para abraço gigante de ternura da Alice? Apetece tanto viver, depois de ver este vídeo. Apetece tanto o amanhã do que o hoje já foi. Apetece tanto não dizer nada no comovido de nós caminho a percorrer. Tanta suavidade, tanta ternura, tanto amor que Ele derrama nos seus ínvios caminhos! E nós tão distraídos do essencial...

3 comentários:

IC disse...

Obrigada, querido amigo. Fez-me tão bem este vídeo! Alice... fico sem palavras, só a pensar no que disseste no meu blogue: "Assim, sim, vale a pena envelhecer!" Quando está a custar envelhecer com o pensamento a fugir para o "nada valeu a pena" - enquanto, ao mesmo tempo, se quer persistir no optimismo, na não desistência da Esperança...
Quase silêncio no meu blogue, mas também quase vontade de escrever. Alices estimulam o segundo "quase" a vencer.
Um abraço.

José Turner disse...

"People need hope" diz Alice Hertsommer,com a sabedoria do seu coração. Assim é, meu amigo. Tão verdadeiro hoje, como há 60 anos, ainda para mais quando (re)começam a surgir fantasmas de um tempo que se esperava terminado.

Parabéns pela divulgação. Todos precisamos de recordar (ou aprender...)

Abraço amigo

Avó Pirueta disse...

Meu Querido Amigo, como vais? Espero ter a força para voltar agora a este partilhar sem rede. Como tu fazes tão bem. Desejo que tudo e todos os que amas estejam bem. Fica com Deus, Instante.
Um beijo da Avó