terça-feira, 18 de março de 2008

PAI...

Nem sou muito de dias...mas bolas, sou PAI! Tento ser! Construo diariamente a meu edifício de ser Pai! Tijolo a tijolo, argamassa a argamassa, remendo a remendo, nesta construção sempre inacabada.
Porque não? Por pedido-imposto Deles, a minha razão de ser PAI, este video...zinho. Eu por ELES, depois ELE por mim. Tanto lhe devo, mesmo quando achava que não!
Para Ele este poema delicioso cantado por esse lavrador das palavras, Patxi Andion.
Irra que estou mesmo a ficar velho velho! Não é que me emocionei a fazer este trabalho?!


Padre - Patxi Andión

Eres como la mar:
bueno de frente,
peligroso en día gris,
duro y valiente;
llevas en la cabeza
brisas ligeras,
temporal que aún contiene
tu compañera.
Eres como el cantar
de un campesino,
que al cantar va labrando
nuestro camino.
Eres como un dolor
mal repartido,
que se volvió canción
y no quejido.
Eres como la voz
que expende el aire;
eres como un poema
de Miguel Hernández;
y presumes de ser
puro paisano,
de haber sido y de ser
republicano.
Compañero del sol,
fiel compañero,
nunca te preocupó en nada
ser el primero;
eres como el sudor:
callado y quieto,
y nunca abriste el cajón
de tu propio respeto.
Y no quisiste jamás
salvarte solo,
porque no hay salvación - decías -

si no es con todos.
No sabes de venganzas
ni de desquites.
Gorrión que cantó siempre,
aún sin alpiste.
Eres como la sangre,
eres el aire,
la mar, la barca, el remo
y el navegante;
timonel de mi alma,
más que nadie…
y aún eres muchas cosas más
que me callo y me callan…
Padre



video

2 comentários:

Raul Martins disse...

Caro amigo!
Cheguei à Nazaré um pouco depois das oito e cheguei bem e feliz por me encontrar com os meus. Peguei no meu portátil e vi a mensagem que me deixaste e por isso venho aqui agradecer-te a tua presença. A minha esposa adorou o poema do Cat Stevens. Ela conhecia o "Father and Son" porque já o deu nas aulas de Inglês quando falou com os alunos temas sobre conflitos de gerações, mas o poema que tu colocaste no comentário, ela não conhecia e gostou muito... e dou mais um ponto à tua filha e ficas a perder por dois. Vou ficar por aqui...pois estou quase sem bateria e não trouxe o carregador... não vou arriscar... está a dar sinal... paciência... voltarei mais tarde... obrigado pela presença

Juliano disse...

Professor Arlindo, gostei muito da sua bibliografia indicada sobre o match do século em janeiro. A propósito estou escrevendo uma disertação de mestrado sobre o tema e gostaria de saber se o senhor poderia me disponibilizar algumas dessas referências via e mail?

Meu e-amil é: julianoedf@yahoo.com.br

Muito agradecido pela sua atenção

um abraço