segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

AMORES...DE TODAS AS CORES


Culpa da Sara Oliveira e da “Vida Suspensa”, por isso para Ela.

Não me apetece falar de Maria Helena, apenas e só do Amor de Maria Helena Vieira da Silva...por Arpad, um dos amores mais belamente serenos, livres, profundos e criadores que se conhecem entre artistas. Apesar dos labirintos de Vieira da Silva, já se encontraram na eterna biblioteca e, um longo maravilhado e sempre inicial sorriso selou o seu reencontro. Parece que continuam a amar-se de todas as cores da eternidade.















Ah! Esquecia-me de um pormenor: têm um grande casal amigo , apesar de ela continuar a gostar imenso de voar de felicidade nos quadros dele, mesmo deles sair, e como tal, difícil conversar de pés no chão, ou tomar uma simples chávena de chã. Ele diz que não se importa de continuar como por magia a segurar o seu amor por uma só mão. Etéreo, leve e imaculado o seu amor.
Pois é, na eternidade, grandes amigos de Helena e Arpad ...
Marc Chagall e Bella Rosenfeld.






4 comentários:

Vida Suspensa disse...

...

Anônimo disse...

É sempre tão bom vir aqui!

Um consolo para a vistinha e para a alma... e, depois de ver o primeiro videoclip, não resisti. Fui, lampeirinha, visitar a Barbra Streisand com a sua interpretação de Send in the clowns!Deixo-a aqui

http://br.youtube.com/watch?v=ghd5weu5Mpg

Uma boa semana de trabalho para todos!
Pela minha parte, a minha está a começar bem.
IA

Vida Suspensa disse...

Ontem os videos do you tube não estavam acessíveis, por qualquer razão. E se, ontem, não tive palavras para me expressar, hoje tenho receio que elas quebrem o encantamento.
Obrigada por me ter proporcionado momentos/instantes felizes ...

Vida Suspensa disse...

Feliz Natal! Com muitas rabanadas e mexidos. O bacalhau cozido e amanhã a roupa velha e o cabrito. O meu Natal sempre foi este, apenas sem os mexidos, no Sul, com as tradições do Norte, incorruptíveis...