terça-feira, 7 de outubro de 2008

XATRANJ PASSIO...

Regra de Oiro : Nunca perguntar a um coleccionador porque colecciona

Regra de prata: Jamais questionar porquê isto ou aquilo


Porque...


Poderiam receber a resposta inteira de coração de criança: Por paixão, meu parvo!


Numa pequena montagem , algumas das minhas peças de xadrez Staunton de competição, para os meus amigos xadrezistas e não só, porque para além de ADD, PDP, e afins, há outra vida, outras vidas, outras paixões que vão do Xadrez à Fotografia, and so on! Neste suave declive da idade tenho pedido meças ao tempo e andamos cá dentro num constante batalhar : ele a querer fugir e eu a não deixar !


video

7 comentários:

Anônimo disse...

Os revolucionários existirão sempre, porque a esperança do homem é infinita ou o seu sonho infinito. Mas toda a realização, porque é realização, é obviamente finita. Conceber portanto o fim da história é absurdo. Curiosamente, a revolução do homem começou com a revolução religiosa, ou seja, com o combate à religião. Devia vir no fim. Antes de haver cidades houve cemitérios — e foi do cemitério que se partiu para a ideação da cidade. O reino dos céus devia ser prometido depois do reino da terra. E se calhar viria a sê-lo de novo, quando a terra fosse do homem. O ciclo que se fecha. (Mas a terra nunca será do homem. E muito menos de «quem a trabalha», porque é só dos que dizem que é.)

Vergílio Ferreira


Querer é quase sempre poder: o que é excessivamente raro é o querer
Herculano, Alexandre

Avó Pirueta disse...

Pois, a pergunta continuará a ser "Por que és Professor?" e a resposta só poderá ser "Por Paixão, palerma, por que mais havia de ser?"
Existente Instante, a tua Vida é feita de instantes existentes, isto é, significativos. Fazes muito bem, Amigo. Só esses contam, garanto do alto dos meus 66! Um abraço da Carmo

Jorge Palha disse...

Caro compadre,
Tenho o prazer de conhecer essa tua PASSIO ao vivo. Ou me engano muito, ou nem sequer está aí tudo.
Não te vou falar do que tem sido a minha vida, porque sabes que está tal qual a tua. Maldita burocracia de meia dúzia de iluminados que nos apareceram na vida. Tens razão. Há mais vida para além dessa m...
Saudades da nossa trancinhas e de toda a família.
Como diz (canta) o S. Godinho, "Cá se vai andando co'a cabeça entre as orelhas". Pelo menos ainda vai havendo cabeça!!!
Passo por aqui frequentemente e vou estando a par dos teus escritos. Um dia destes, dou notícias.
Aquele abraço
Jorge Palha

Anônimo disse...

E eis que finalmente me foram apresentados alguns amigos com quem convivo há tanto tempo e de quem não sabia os nomes!

Alguns deles não os via há quase 20anos:

- As Regence, que via em exposições de colecionadores, em selos e em algumas imitações pós-modernas.
- As British Chess Company, que abundavam no clube onde comecei a jogar e eram usadas como "peças de todos os dias", já gastas, usadas, semi-partidas, semi-roubadas algumas...
- As peças Autriacas, de onde provêm aquelas torres baixas e abertas, para onde tantas vezes eu olhei perplexo para outras torres semelhantes, noutros conjuntos, sem perceber a origem...
-As Chavet, que também tenho, e que são, quanto a mim, o melhor equilibrio possível entre design, racionalidade, elegância e sentido prático...
- Três outros conjuntos da Polónia que também tenho, com pequenas variantes - Ambassador, Indian e Insert, este último já teu conhecido e que me mostrou como a globalização já tinha chegado ao xadrez no já longíquo 2001...

Parabéns pelas tuas paixões...a música não descubro, demasiado calma e serena para ser Chopin, demasiado moderna para Mozart, demasiado abstracta para Debussy ...talvez Ravel, não sei...Europa, finais do Séc XIX, principios do Séc XX, mais longe não consigo ir!

Abraço Amigo
A.Castanheira

beyond*compare disse...

Hello, I am seller from eBay....
At this moment I have unique chance to sell Large Collectible Chess Set.
Please, view my eBay page: http://cgi.ebay.com/ws/eBayISAPI.dll?ViewItem&item=120495241694&ssPageName=STRK:MESELX:IT

dubitas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
dubitas disse...

Caro Existente Instante,

Escrevo-lhe para chamar a sua atenção a dois jogos de xadrez esculpidos à mão de presas de mamute da Sibéria por artistas russos durante a ultima década. Estes jogos actualmente encontram-se à venda.

Descrições detalhadas dos jogos podem ser encontradas online.
Jogo de guerreiros (cristãos contra mouros): http://www.webstore.com/Warrior-chess-set-hand-carved-mammoth-tusk,name,13685326,auction_id,auction_details
Jogo de circo: http://www.webstore.com/Circus-chess-set-hand-carved-mammoth-tusk,name,13685431,auction_id,auction_details

Fotografias mais detalhadas também podem ser encontradas online.
Jogo de guerreiros: http://picasaweb.google.com/finomeno/Chess1?authuser=0&authkey=Gv1sRgCLz13sTglPP8Zw&feat=directlink
Jogo de circo: http://picasaweb.google.com/finomeno/Chess2?authuser=0&authkey=Gv1sRgCNS9hcXyvOeNZg&feat=directlink

Ambos os jogos actualmente encontram-se em exibição na galeria Shanti em Moscovo na Rússia - http://www.shanti.ru/gallery/bones

Caso você ou alguém que você conheça esteja interessado em comprar algum destes jogos, por favor contacte-me directamente por email (finomeno [arroba] gmail [ponto] com) ou por telefone na Rússia (+7 903 673 2627).

Com os melhores cumprimentos,
Paulo Fino
http://www.linkedin.com/in/paulofino